Ensinar Para Mudar disponibiliza vagas para cursos gratuitos

Publicado por em 10 de julho de 2018

thumbnail_310070_333989750049202_1461789705_n

 

Interessados poderão se inscrever neste sábado, 14, na sede do projeto.

Há mais de nove anos o projeto social Ensinar Para Mudar oferece cursos livres e gratuitos. Mais de 2.600 alunos já passaram pelas salas do projeto e neste sábado, 14, novas vagas serão disponibilizadas para os oito cursos que que são oferecidos atualmente. Estão abertas as pré-matrículas para as aulas de informática, inglês, espanhol, teclado, música, grafite, reforço de matemática e Jiu Jitsu.

Os interessados devem conferir o regulamento no site www.ensinarparamudar.com.br. As inscrições serão realizadas na sede do projeto, localizada na Rua Quissamã 1737, no bairro Quissamã, das 9h às 17h. Para realizar a pré-matrícula é preciso apenas fornecer cópia da carteira de identidade e comprovante de residência. Menores de 18 anos precisam estar acompanhados de um responsável com a devida documentação.

Após esta etapa de inscrição, haverá um processo seletivo realizado por regimento interno, cujo resultado será divulgado a partir do dia 21 de julho e poderá ser consultado no site ou por telefone. Nesta data, também um sábado, caso as vagas não sejam totalmente preenchidas, uma nova etapa de pré-matrícula será realizada no mesmo local e horário, seguindo os mesmos procedimentos e critérios da primeira e com o resultado disponível a partir de 28 de julho. O novo período de aulas começa no dia 04 de agosto.

Todos os cursos são oferecidos sempre aos sábados e os horários podem ser consultados na página de matrícula do site. Os alunos, além de receberem um kit de material no início das aulas, participam também da formatura ao final do ano, onde são entregues os certificados de conclusão àqueles que estiverem aptos.

Projeto Social Ensinar Para Mudar

Há nove anos o projeto social Ensinar Para Mudar atende à população de baixa renda da localidade do Quissamã e arredores. Novas vagas são abertas duas vezes a cada ano com cursos gratuitos e as aulas que são ministradas por voluntários.

Criado por seu coordenador Michel de Carvalho e seu vice- coordenador Oscar Dias, que hoje atuam como professores de informática e de música e teclado, respectivamente o EPM já atendeu a mais de 2.600 alunos. Seus idealizadores reuniram seus conhecimentos pessoais e acadêmicos, e decidiram usá-los em prol da comunidade recrutando também outros voluntários, levando integração social e contribuindo para a capacitação profissional de uma parcela da população.

Sobre os cursos:

Os cursos são divididos em módulos semestrais. A cada seis meses, novas vagas são abertas, gerando mais oportunidades de aprendizado para estudantes a partir de 8 anos de idade.



Comentários Fechados