CARNAVAL DO RIO TERÁ QUASE 15,5 MIL PM´S NAS RUAS DIARIAMENTE

Publicado por em 4 de fevereiro de 2016

pm-rj,2

O policiamento durante o carnaval no Rio de Janeiro contará com 15,5 mil homens da Polícia Militar (PM) por dia de 6 a 9 de fevereiro. A PM divulgou hoje (3) o planejamento para atuar no carnaval e destacou grandes eventos como o desfile do Cordão do Bola Preta, no dia 6, que contará com policiamento extra de 300 aO policiamento durante o carnaval no Rio de Janeiro contará com 15,5 mil homens da Polícia Militar (PM) por dia de 6 a 9 de fevereiro. A PM divulgou hoje (3) o planejamento para atuar no carnaval e destacou grandes eventos como o desfile do Cordão do Bola Preta, no dia 6, que contará com policiamento extra de 300 agentes e 19 viaturas. O Monobloco, que desfila no domingo depois do carnaval, no centro da cidade, terá 140 agentes e também 19 viaturas. O desfile das escolas de samba, na Marquês de Sapucaí, mobilizará 529 policiais, incluindo homens do Batalhão de Choque e do Batalhão de Polícia Montada. Neste ano, o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel vai auxiliar o policiamento na região, além de continuar a ser utilizado na Praia do Arpoador, na zona sul do Rio. Para atender à demanda, a PM convocou todos os policiais de férias e alocará no policiamento ostensivo os que trabalham em serviços administrativos. A PM priorizou a convocação de policiais que não se enquadrariam no Regime Adicional de Serviço (RAS), que dá direito ao pagamento de horas-extras, hoje atrasadas em dois meses devido à crise financeira do estado.gentes e 19 viaturas. O Monobloco, que desfila no domingo depois do carnaval, no centro da cidade, terá 140 agentes e também 19 viaturas. O desfile das escolas de samba, na Marquês de Sapucaí, mobilizará 529 policiais, incluindo homens do Batalhão de Choque e do Batalhão de Polícia Montada. Neste ano, o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel vai auxiliar o policiamento na região, além de continuar a ser utilizado na Praia do Arpoador, na zona sul do Rio. Para atender à demanda, a PM convocou todos os policiais de férias e alocará no policiamento ostensivo os que trabalham em serviços administrativos. A PM priorizou a convocação de policiais que não se enquadrariam no Regime Adicional de Serviço (RAS), que dá direito ao pagamento de horas-extras, hoje atrasadas em dois meses devido à crise financeira do estado.

via Notícias ao Minuto



Comentários Fechados