Equipe petropolitana de robótica vai participar de evento nacional

Publicado por em 14 de outubro de 2014

1781831 

Três projetos criados por alunos da unidade da Faeterj em Petrópolis foram selecionados para a Olimpíada Brasileira de Robótica, que este ano vai acontecer de forma conjunta à Competição Latino Americana de Robótica (Robótica Latin American and Brazilian Robotics Competition 2014).  O evento será realizado em São Carlos (SP), de 18 a 22 de outubro. Os estudantes e professores viajam na próxima sexta-feira para a cidade paulista. 

São duas equipes de ensino superior e uma de ensino médio – esta será a única representante do estado na competição. Os estudantes irão concorrer às categorias IEEE Very Small Size Soccer e RoboCup Simulation 2D. 

Pela segunda vez a instituição participará do torneio, que angaria as mais tradicionais e renomadas universidades do país, como USP, ITA e UFRJ.  

Antes da viagem, nesta quinta-feira (16), a partir de 14h30, equipes da Faeterj farão uma apresentação de futebol de robôs e do robô autônomo encontrando objetos em local de difícil acesso, projetos que serão levados para a Olimpíada. A demonstração acontece na própria instituição, que fica na Rua Getúlio Vargas, 335, Quitandinha, e faz parte da programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT).       

Equipe foi patrocinada por empresas da cidade 

Empresas sediadas no município, algumas ligadas a área de tecnologia, ofereceram suporte a equipe de Petrópolis. A Info4, Provider It, Águas do Imperador, Faetec e a Faperj são patrocinadoras do grupo. 

Eles ainda obtiveram o apoio logístico do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) e do Centro de Educação Profissional de Tecnologia da Informação (CPTI). 

De acordo com o sócio-diretor da Info4, Alexandre Macedo, “o setor privado participa ativamente no desenvolvimento de ações educacionais que beneficiem toda Região Serrana. A Info4 valoriza o trabalho realizado pelos alunos da Faeterj e ofereceu o auxílio para que esses alunos possam participar desse evento de relevância internacional”, afirmou.    

 A diretora da Faeterj em Petrópolis Lucimar Souza Cunha, disse que sem o apoio das instituições privadas não seria possível enviar toda a equipe para a olimpíada.

  “Graças ao auxílio das empresas vamos conseguir enviar toda a equipe. Se não fossem elas só iriam um professor e dois alunos, mas estão indo 15 pessoas”, ressaltou.  

Para Marcelo Carius, diretor de operações e P&D da Provider It Neki Technologies, “iniciativas como a da FAETERJ, que estimula o raciocínio lógico e capacidade de programação, é um desafio que a Provider IT Neki sempre apoiará. Nós acreditamos na parceria das unidades educacionais com as empresas. Com isso, colhemos frutos e temos certeza que não será diferente desta vez. Esperamos que iniciativas como esta sejam constantes para levar nossos jovens a outro patamar pessoal e profissional”, completou. 



Deixe seu comentário